loader image

Exposição de Fanzines CPQ na IV Mostra Peibê de Zines e Publicações Independentes

O projeto Alimentação como ação política em parceria com o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense – IFF Campus Macaé participou da IV Mostra Peibê de Zines e Publicações Independentes.

O projeto de extensão faz parte do movimento Comer pra quê? e é coordenado pela professora Amábela de Avelar Cordeiro, docente do Curso de Nutrição do Centro Multidisciplinar da UFRJ – Macaé.

O Comer pra quê?, também conhecido como CPQ, é um movimento nacional que promove diálogo com as juventudes em diversos cenários sobre temas que envolvem a alimentação, entendida como uma ação política capaz de transformar as relações sociais que a permeiam e o sistema alimentar. 

O CPQ trabalha com 10 temas mobilizadores e seus materiais podem ser utilizados por qualquer pessoa com interesse em abordá-los com as juventudes. Todos os materiais encontram-se disponíveis no canal do Youtube (Comerpraquê?) e no site (https://www.comerpraque.com.br/).

A Mostra é uma oportunidade para a comunidade externa de apreciar o espaço da Fanzinoteca do IFF Macaé, que já possui projeção nacional e internacional através de parcerias e prêmios recebidos.  O acervo conta com produções locais e doações de zines e revistas enviadas por diversos autores do país e do exterior, com temas diversos como música, quadrinhos, ficção científica, literários, poezines, ativismos e temas de gênero.

O projeto Fanzinoteca do IFF Campus Macaé promoveu a IV Mostra Peibê e Zines e Publicações Independentes no dia 08 de setembro. O evento aconteceu de 14h às 18h no Instituto Federal Fluminense Campus Macaé e teve continuidade, de 19h às 21h no pólo da UFF de Rio das Ostras. A programação iniciou-se no auditório do IFF Macaé, com um bate-papo com a fanzineira Thina Curtis, que relatou sua experiência como autora e educadora popular. Em seguida, aconteceu a feira de zines no pátio coberto.  O CPQ marcou presença e expôs sua coleção de dez fanzines que abordam os temas mobilizadores do movimento, sendo eles:

1. Tempos modernos

2. Comer é um ato político

3. De onde vem? (Sustentabilidade do Sistema Agroalimentar)

4. Por que Cozinhar (Culinária)

5. Todos juntos e misturados (Comida e gênero)

6. Juntin ou rapidin? (Convivência e conveniência)

7. A comida é nossa! (Comida é Patrimônio)

8. Você já comeu água hoje? (Água embutida nos alimentos)

9. Imagem meraMENTE ilustrativa (Outras formas de propaganda)

10. Come-se propaganda? (Propaganda Televisiva) 

Além dos trabalhos do CPQ, foram expostos trabalhos produzidos pelos estudantes e egressos do Ensino Médio do Campus Macaé, projeto Saberes Populares do Campo contra Covid da UFF Rio das Ostras e Zine Homem-Leoa de biólogos da UniRio. Na ocasião, o CPQ acompanhou a inauguração do Acervo de Zines Feministas Thina Curtis.

Sobre a atividade do dia 08/09 a extensionista Ana Carolina (9º P) relatou: 

“A Mostra Peibê foi um espaço importante para divulgação do nosso projeto e promoção da consciência crítica da alimentação além dos nutrientes, mas em aspecto ambiental, psicossocial, cultural, econômico e biológico, por meio dos zines e do diálogo entre as extensionistas do CPQ e os alunos do Instituto Federal Fluminense Campus Macaé.”

Foto: Extensionistas do CPQ com a zineira Thina Curtis, IFF Campus Macaé, 08/09/2022.

#açõesestudantesdenutrição

Veja mais

novidades

Viva Lagos

O Comer pra quê?, também conhecido como CPQ, é um movimento nacional que promove diálogo com as juventudes em diversos cenários sobre temas que envolvem

>> LEIA COMPLETO <<

#boletim 

Se liga! Quer receber materiais exclusivos e ter um contato mais próximo com a equipe do CPQ?
Então se inscreva aqui na nossa newsletter:

Pular para o conteúdo